Rodrigo Castello

Advogado militante na área criminal. Professor das matérias Penal e Processual Penal na Central de Concursos e outros cursinhos preparatórios. Ministrou aulas na Universidade São Marcos. Pós-graduado em Processo Penal pela Escola Paulista da Magistratura-EPM. Cursando módulos no Curso de Doutorado da Universidade de Buenos Aires – UBA.

20 de fevereiro de 2012 19:41 - Atualizado em 20 de fevereiro de 2012 19:41

Competência absoluta e relativa

COMPETÊNCIA HÉLIO TORNAGHI “jurisdição é um poder, enquanto a competência é a permissão legal para exercer uma fração dele com exclusão do resto”. É fundamental o estudo do princípio do juiz natural e imparcial, bem como da regra que veda tribunal de exceção. ESPÉCIES DE COMPETÊNCIA 1 – COMPETÊNCIA ABSOLUTA É aquela que não se…

5718


COMPETÊNCIA

HÉLIO TORNAGHI “jurisdição é um poder, enquanto a competência é a permissão legal para exercer uma fração dele com exclusão do resto”.

É fundamental o estudo do princípio do juiz natural e imparcial, bem como da regra que veda tribunal de exceção.

ESPÉCIES DE COMPETÊNCIA

1 – COMPETÊNCIA ABSOLUTA
É aquela que não se admite prorrogação. Ou seja, deve o processo ser remetido ao juiz natural determinado por normas constitucionais e infraconstitucionais, sob pena de nulidade do feito.

2 – COMPETÊNCIA RELATIVA
É a que admite prorrogação, ou seja, não invocada a tempo a incompetência do foro, reputa-se competente o juízo que conduz o feito, não se admitindo qualquer alegação posterior de nulidade.


Comentários